5

O Menino e a gaiola



Uma história sobre o valor da liberdade contada  totalmente em imagens. Um menino e seus amigos conseguem capturar um pequeno passarinho e o colocam numa gaiola. Comemoram com alegria a presença do novo amiguinho. Muito feliz com sua conquista, o menino sai para um passeio. 

Durante o passeio, o garoto se depara com inúmeras situações de "prisões" que o fazem pensar: uma menina "presa" numa cadeira de rodas, uma velhinha observando o mundo através de uma janela com grade, cachorrinhos, coelhos e peixinhos tristes em lojas de animais, um senhor caminhando com auxílio de uma bengala, animais enjaulados no circo ...

Triste com tantas "prisões", o garotinho pára em uma praça e observa os passarinhos voando livremente. O seu coração se comove e ele toma uma importante decisão, que o faz descobrir que a verdadeira amizade requer liberdade e atenção às necessidades do outro.

Não há como não se envolver e se emocionar com a história desse menino  e  seu amigo passarinho. Uma história que nos ensina que sempre é tempo de repensar nossas atitudes e recomeçar.

Autora: Sonia Junqueira
Desenhos: Mariângela Haddad
Editora: Autêntica
Páginas:31
Faixa etária aproximada: a partir dos 3 anos


8

Marcas de dedos


"Às vezes, você se preocupa
Porque ainda sou criancinha
E sempre deixo marcas de dedos
Nos móveis da casa inteirinha.

Mas estou crescendo dia a dia
E logo adulta vou ser
E essas marcas de dedos
Vão todas desaparecer.

Agora deixo uma marca bem especial
Pra você nunca esquecer
Como eram meus dedinhos
Antes de eu crescer."


( Autoria desconhecida. Sabe-se apenas que 
foi escrito em uma placa, por uma garotinha
de 5 anos, como presente para seus avós.)



3

Sorteio Poetizar



Vamos participar!



3

Portas antigas



O leilão em uma fazenda fabulosa reuniu muitas pessoas. A maioria dos itens foi vendida por menos da metade do que esperávamos pagar. Os novos proprietários não se interessavam pelos objetos antigos.

Portanto, naquele dia de junho, totalmente desinteressados eles apenas observaram as vendas até o fim da tarde. Quando porém, o pôr do sol anunciou sua chegada, o leiloeiro começou o pregão de belas portas antigas.

A oferta inicial foi bem abaixo do valor fixado. Mas toda vez que eu fazia uma oferta, uma frágil mão se levantava.  Embora desejasse muito essas portas antigas, parei de dar lances quando os preços ficaram exorbitantes.

Mais tarde, quando as vendas terminaram e comecei a me dirigir para a saída, encontrei a mulher delicada e frágil que arrematou as portas. "Por que pagou tanto por estas portas?", perguntei. A resposta foi precisa: "Marquei a altura dos meus filhos nestas portas e não há preço para isto!"

                                       Carla Muir


12

O Anjo e a Pombinha - Uma história sobre a Páscoa


Uma pombinha cuida de seus ovinhos no ninho, quando escuta a melodia suave cantada por um anjinho que observa, com carinho, as flores que acabam de nascer. Começa aí uma terna amizade. De forma singela, a autora narra o desabrochar da vida naquele jardim. 

No entanto, de repente tudo vai ficando diferente. A natureza parece ficar triste, as flores perdem o brilho, o céu escurece e um vento frio sopra no ar. A tristeza invade o coração do anjinho, que antes era só alegria. A pombinha observa toda essa transformação com o coração dolorido e tenta ajudar.

Mas um milagre acontece e a vida comemora: os filhotes da pombinha nascem, a natureza fica mais bonita e o anjinho volta a sorrir. A pombinha percebe a presença de uma outra pessoa no jardim. Alguém muito especial, que ama as crianças e  inspira o amor: Jesus.

A história da Páscoa é contada com muita sensibilidade neste livro delicado , que encantará crianças e adultos.

Autora:Sophie Piper
Ilustrações : kristina Stephenson
Editora: Rosari
Páginas:26
Faixa etária aproximada: A partir de 4 anos


9

A boneca quebrada





   Uma garotinha demorou a voltar da escola. Quando apareceu, sua mãe perguntou preocupada qual a razão do atraso. Ela explicou:
     - Mamãe, eu estava vindo a pé com a Júlia quando, no meio do caminho, ela deixou cair a sua boneca de louça, que se partiu em mil pedaços.
    - Ah, meu bem- respondeu a mãe - Então você se atrasou porque foi ajudar Júlia a tentar colar os pedaços da boneca.
      Com sua vozinha inocente, a menina respondeu: -  Não, mamãe, eu não sabia como consertar a boneca. Só fiquei lá para ajudar Júlia a chorar.

                                        Dan Clark


Verdadeiros amigos compartilham momentos de alegria e momentos de dor.