8

Ela segurou a sua mão


Ela segurou sua mão quando ele nasceu
num dia ensolarado de abril.
Ela segurou sua mão no primeiro dia de aula
e, corajosamente, dali ela partiu.

Ela segurou sua mão e derrotou o medo
que havia em todo lugar.
Ela segurou sua mão e deu-lhe um beijo
quando ele contou que ia se casar.

Ela segurou sua mão quando ele se orgulhava
do choro da filhinha recém-nascida.
Ela segurou sua mão quando a menina cresceu
e, cheia de sonhos, foi viver a própria vida.

Agora, ao ver a alma da mãe partir,
é ele quem lhe segura a mão.
Apesar de saber que ela está se despedindo,
ele a guarda dentro do coração.

Carla Muir


8 comentários:

✿ chica disse...

Muito lindo!Vim desejar um lindo domingo das mães!beijos,chica

Catequese Caminhando disse...

Angela, esse blog é tão lindo, tão confortável... da vontade de ficar olhando tudo aqui, rs.
Obrigada por nos convidar, as vezes na correria esquecemos de visitar os amigos.
Beijos!
Clécia

M.Pequeno Príncipe disse...

Lindo texto Angela!
Que seu domingo das mães seja abençoado e com muito amo!!!
Carinhosamente
Pedro e Amara

Gisis disse...

AMEI SEU BLOG..MAIS UM ESPAÇO PRA VISITAR COM DUDU MEU NETINHO..PARABÉNS!BEIJOS Gisis

Pãozinho do Céu disse...

Oi amada Angela,
Desculpe a demora em aparecer tá, a minha vida ultimamente esta uma corrida só!

Parabéns por este cantinho abençoado,que Deus te abençõe grandemente!!

Abraço Fraterno e Abençoado dia!!
Com Carinho,
Sueli

Van disse...

Oi Angela,

Impossível não se emocionar com esta poesia. Tão sensível e linda!

Beijos, querida!

edumanes disse...

Boa noite amiga Ângela
Linhos seus sonhos de papel
Quem perdido à procura anda
Em viagem num batel!

Bom final de semana,
um beijo
Eduardo.

Sinval Santos da Silveira disse...

Bom dia ,seu trabalho é lindo e abençoado. Fiquei encantado co a pureza dos textos e a alegria presente
em todo o espaço.
Parabens.
abraços
Sinval